Resenha: Lua Azul


Resenha por Brunna Carolinne

Autora: Alyson Noël
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 295


ATENÇÃO: Esta resenha pode conter spoliers do livro anterior da série Os Imortais. Confira a resenha de Para Sempre aqui.

No final de Para Sempre, Ever mata Drina, uma grande reviravolta, já que em todas as suas vidas anteriores era Drina que a matava. Riley, a irmã de Ever, finalmente cruza a ponte e Ever se torna uma imortal. Damen, seu grande amor, ensina as habilidades de um imortal, a agir discretamente para não levantar suspeitas de quem eles são, dá um estoque de seu elixir para ela e a leva para Summerland.
Em meio a tanta perfeição, surge Roman. Ever não confia muito nele, apesar de ter visto sua aura e tudo o mais, mas Damen começa a se sentir doente, tem dores de cabela, seus poderes estão fracos e tem perda de memória. Começa a agir diferente, como se não lembrasse de quem é e muito menos de que ama Ever. Não é só isso, desde que Roman aparece, todos começam a agir de um modo dirente, estranho, mas é apenas Ever que nota essas mudanças. Chega um momento em que todos a rejeitam, até Damen e ela passa a pensar que tem alguém que está manipulando-os.
Apesar do livro ser pequeno, é um pouco monótono lê-lo, têm partes até que se torna chato mesmo, mas como a autora criou uma estória diferente, nos faz ir até o final para saber o que está acontecendo de verdade.
"Ever é agora uma imortal. Iniciada nesse mundo desconhecido e sedutor por seu eterno amado, Damen, está empenha em conhecer e dominar sua novas habilidades, mas algo terrivel começa a acontecer. Acomido por uma doença misteriosa que ameça, inclusive. sua memória, Damen não percebe que seus poderes estão se esvaindo - enquanto Ever se sente cada vez mais forte. 
Desesperada para salvá-lo, ela viaja até a dimensão mística de Summerland, onde não apenas toma conhecimento da misteriosa história de Damen, brutal e torturante, mas também tem acesso aos segredos que regem o Tempo. 
Com a lua azul que se aproxima, anunciando uma oportunidade única de se projetar para o passado ou para o futuro, Ever é forçada a decidir entre voltar no tempo e impedir o acidente que tirou a vida de toda a asua família ou ficar no presente e salvar Damen, que parece definhar a cada dia."

3 comentários:

  1. Bom, eu já li PARA SEMPRE  e também já li este, pra falar a verdade o primeiro livro da série, foi bem melhor que o segundo, eu achei que a autora misturou muita coisa, bem, eu achei que faltou muita coisa no segundo, mas vou ler a série toda, (quando eu tiver tempo, é claro).

    ResponderExcluir
  2. buttercupdegalocha26/06/2012 22:11

    Olá!
    Eu não li a resenha toda, pois só li o primeiro livro da série....rs 
    Confesso que a série não me marcou nem um pouco, minha irmã tem os 3 primeiros livros, se eu não me engano, então pretendo um dia continuar a ler, pra ver se melhor! haha

    Um beijo

    ResponderExcluir
  3. Nossa adorei sua resenha, eu realmente quero um dia ler esse livro.

    Bjss

    http://compartilhandovicios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

« »
 
Layout por Adália Sá e modificações por Brunna Carolinne. © Proibido cópia total ou parcial. Plágio é crime!