Resenha: Seis Coisas Impossíveis

Resenha por Brunna Carolinne

Autora: Fiona Wood
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 272

Dan Cereill está passando por uma fase bem complicada de sua vida. Sua família está falida, eles perderam todos os bens materiais; seu pai assumiu que é gay e se separou de sua mãe.
Depois que a mãe de Dan recebe uma herança, ela e o garoto passam a viver em uma casa que está caindo aos pedaços e fedendo a xixi, o pior é que eles só podem utilizar a residência por um tempo, porque depois ela será tombada pelo patrimônio histórico.
Sem ter dinheiro nem para comprar alimentos e roupas dignas, Dan, que está com quase 15 anos, elabora uma lista com seis coisas impossíveis de se fazer, mas que ele quer realizar de qualquer maneira, incluindo beijar sua nova vizinha e colega de classe: Estelle. Ela é muito bonita e enigmática. Dan apaixona-se por ela quase que imediatamente e descobre várias coisas a respeito da menina que ele não deveria saber.
Em Seis Coisas Impossíveis, o leitor acompanha o cotidiano do pequeno nerd desajeitado, tudo o que ele tenta fazer para ganhar dinheiro, animar sua mãe, conseguir falar com o pai, se sair bem na escola e, claro, se aproximar de Estelle.
A obra é um infanto-juvenil muito meigo e doce. A narrativa é leve e divertida, a história é muito agradável de ler e os personagens são apaixonantes, com destaque para Howard, o cachorrinho fofo que Dan “herdou”. A obra é tão tocante que cheguei a derramar lágrimas!
Achei o início do livro um pouquinho chato, creio que foi porque estava esperando algo diferente, mas aí a narrativa foi me conquistando e quando percebi já tinha virado a última página. Tudo é tão fluido e delicado que a leitura acontece em uma velocidade incrível.
A editora Novo Conceito fez um trabalho muito bacana. A capa está muito bonita, a diagramação também. Encontrei alguns erros de digitação e estranhei uma passagem do livro em que a “Galinha Pintadinha” é citada (oi?). Pelo que eu saiba, as músicas são um projeto brasileiro e, apesar de fazer um sucesso imenso em território nacional, a turnê não se expandiu tanto a ponto de chegar aos demais países. Possivelmente, a tradutora resolveu adaptar para a nossa realidade, mas era só colocar uma nota de rodapé explicando o termo original e pronto.
O livro é delicado, mas forte, aborda temas interessantes de uma forma bem descontraída. Apesar de ser infanto-juvenil, acredito que qualquer pessoa, de qualquer idade, pode sim se deliciar com a leitura, só é preciso ter em mente que tudo nele está de acordo com a faixa etária do público alvo e ler sem preconceitos.

10 comentários:

  1. Ahhh eu preciso desse livro, estou louca para ler!
    Adorei a resenha, xoxo
    http://amorazap.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu estou doida por esse livro, parece ser tão legal. E, como assim? Lágrimas. Ai gente!
    Sobre Em Chamas, o começo é muito devagar, tanto que levei mais de 3 meses para passar da página 80. (mas isso é o que aconteceu comigo) Estou agora mais firme por causa do filme hauhauha Enfim, muitos disseram que é o melhor livro da trilogia.
    Beijos, Anna
    http://16livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Como assim Galinha Pintadinha? Kkkkk meu Deus! Mas me interessei pelo livro, parece uma leitura no estilo "fofinha", mas com profundidade!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Interessante, a história aparenta ser boa. Não me cativou muito em comprar o livro (não pelo menos ainda), mas se tivesse que ler o livro, iria ler sem problema algum. Mas você fez uma boa resenha. Beijos!

    http://enfim-dezessete.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Não sabia que era infanto. Adorei. *-*
    Estava louca para ler, pois pela sinopse parecia bem engraçadinho e, depois da sua resenha a vontade aumentou mais ainda.
    beijos
    apenas-um-vicio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Quando eu li a sinopse desse livro pela primeira vez ele não me chamou muito a atenção não. Mas agora lendo a resenha parece ser bem legal, mesmo sendo infanto-juvenil. Deve ser no mínimo uma leitura divertida de se fazer, e se chegou ao ponto de fazer você chorar, é porque foi bem tocante mesmo!

    Beijos :*
    http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Não sabia que esse livro era um infanto-juvenil faz bastante tempo que não leio nada do gênero. Parece ser uma história muito fofa e emocionante. Você até chorou! Uma das minhas próximas leituras, com certeza.

    Beijos
    Caline
    http://mundo-de-papel1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Hey
    Primeira resenha que leio sobre o livro, não imaginava algo emotivo.
    Eu ri com a história da Galinha Pintadinha, eu não gosto que mudem, também.
    Notas no rodapé são práticas! E adoro elas :3

    Ótima resenha!

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  9. Bem teen, não é bem o que procuro no momento.

    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. É a primeira resenha que leio sobre o livro. Até que me interessou.
    Bjs!!

    http://lumieremagique.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

« »
 
Layout por Adália Sá e modificações por Brunna Carolinne. © Proibido cópia total ou parcial. Plágio é crime!