Resenha: Incendeia-me

Resenha por Brunna Carolinne

Autora: Tahereh Mafi
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 384

ATENÇÃO: Esta resenha é do terceiro livro da Trilogia Estilhaça-me, mas ela não possui qualquer tipo de spoiler.
Resenha de Estilhaça-me
Resenha de Liberta-me

Para eu não soltar spoilers, optei por não falar sobre a história em si de Incendeia-me, então se você quiser saber um pouco sobre o que realmente fala esse volume final, clique aqui e leia a sinopse da obra.
Eis que finalmente chega o livro final de uma série distópica que me conquistou e tanto fez meu coração dar saltos de tão intensa e cheia de surpresas que é. O início de Incendeia-me é justamente assim: empolgante e com algumas revelações chocantes, consoante com as obras anteriores. Mas, o que eu não esperava, é que, após as primeiras páginas, esse mesmo livro se tornasse uma divagação enorme, basicamente focada no psicológico dos personagens.
Aqui, inimigos têm uma coisa em comum pelo que lutarem e, por isso, alianças imprevisíveis são firmadas. Imaginei brigas a todo instante, batalhas sangrentas, mortes memoráveis e o pessoal todo lutando loucamente. O caos instalado mesmo. Entretanto, isso só aconteceu em parte e somente nos últimos capítulos, de uma forma um tanto quanto incomumente fácil e rápida demais. Mal as cenas de ação eletrizante começam, já acabam.
Para a conclusão de uma série distópica, o fim foi insatisfatório, achei que faltaram explicações. Certas coisas ficaram muito vagas, bastante em aberto, como o "plano de fundo" e o desfecho de alguns personagens. A autora poderia muito bem ter trabalhado melhor o "plano de fundo" da história, dado mais detalhes/esclarecimentos sobre a distopia em si e eliminado algumas entrelinhas. Em relação a determinados personagens, faltou desenvolvimento, fechar bem todos os espaços (por exemplo: o que aconteceu após passados uns meses/anos da guerra), pois o que a autora brevemente comentou nas últimas páginas não foi suficiente. Espaço para abordar tudo isso a Mafi teria, era só diminuir a frequência dos devaneios.
A leitura continua viciante, ainda mais com a presença de umas cenas quentes, bastante calientes. A narrativa (em primeira pessoa pelo ponto de vista da Juliette) está bem mais confiante, segura e sem palavras riscadas, até porque a própria Juliette está estável, forte, evoluiu e amadureceu. Assim, está ainda mais agradável acompanhar a trama, mas quando um personagem aparece esse ar prazeroso evapora. Adam. Se em Fragmenta-me ele estava chato, aqui ele está insuportável! Um porre. Amargo, irritadiço, agressivo, que me deixou extremamente estressada. Um verdadeiro babaca. Onde está o Adam gentil e protetor de Estilhaça-me?
Em contrapartida, o Warner de Destrua-me está presente, encantador. Complexo e profundo, eu queria sempre conhecer mais e mais o íntimo abalado e perturbado dele. Porém, para mim, nenhum outro personagem dessa série chega pelo menos perto do brilho que Kenji produz. Carismático e bem-humorado, Kenji não se contenta com o papel de coadjuvante e, por incontáveis momentos, rouba a cena. Ainda que com diálogos leves e divertidos, esse personagem fascinante não tem medo de dizer umas boas verdades na cara dos outros. Eu mesma gostaria de ter essa oportunidade (esfregar a realidade na cara daquela gente toda), mas contento-me com o Kenji, que exerce essa função perfeitamente bem. Definitivamente não me canso de dizer o quanto Kenji é maravilhoso. Que personagem maravilhoso!
Para um desfecho, Incendeia-me deixou a desejar. Final abrupto e faltando desenvolvimento, cenas desnecessárias e outras não exploradas. Ainda assim, recomendo essa série. No geral, eu gostei dela e sei que estará viva em minha mente por muito tempo (sim, principalmente Kenji Lindo, meu personagem preferido ).
"(...) eu acho que as pessoas se tornam quem realmente são quando as coisas estão difíceis. (...)"
pág. 228

10 comentários:

  1. Eu tenho esse livro, apesar de não ter e nem ter lido os anteriores, a capa é linda e eu estou mega ansiosa pra ler logo, adoro distopias <3.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Curiosa para ler essa serie. Estou ficando com medo de finais de series. Você não é a primeira pessoa a reclamar do final de Estilhaça-me.

    minhasprimeirasimpressoes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi flor!
    To tão atrasada nessa série que da até vergonha de falar hehehe. Mas sei que ainda termino. A resenha ficou muito boa, aumentando meu interesse.

    Beijocas da Deebs!
    http://leitorsagaz.blogspot.com.br/2014/07/resenha-eu-te-vejo-irene-cao.html

    ResponderExcluir
  4. Essa série é perfeita e intensa. A autora soube se expressar de um modo né.
    Esse livro é uma caixa de sentimentos, a gente nunca sabe o que vai sentir, rs.
    Ainda não li "Incendeia-me", mas assim que puder, vou compra-lo!
    Uma pena que o final tenha sido insatisfatório, a série estava indo tão bem :(
    Warner, meu grande amor <3
    Beijos.
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Bruuuu eu tinha o primeiro livro e consegui as jackets atras da NC e acabei ganhando em um top comentarista em um blog parceiro Incendeia-me, claro que eu fui correndo comprar o segundo né. Agora com a trilogia comprada e com os contos baixados vou iniciar esta leitura que tenho certeza que sera maravilhoso. Eu amo distopias então isso será um estimulo a mais!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  6. Oiee ^^
    Primeiro de tudo: #TeamWarner...haha' Ainda não li o livro, mas se a Juliette escolher o cara errado vou dar uma nela!
    Estou dooida para ler Incendeia-me, mas sempre que penso em fazer compras no submarino (lá se vão as economias), acabo esquecendo dele *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Eu li apenas o primeiro livro da trilogia, não sei se lerei os outros dois livros por esses dias, não gostei muito do final do primeiro, portanto acho que vou adiar a leitura.
    Eu amei os livros com as novas versões de capas, uma mais linda do que a outra :)

    Beijos, Paradoxo Perfeito

    ResponderExcluir
  8. Oláááááá! :)
    Entããão eu amei a trilogia, mas concordo, Mafi deixou mil coisas mal explicadas... COMO E DEPOIS?! O que acontece naquela caralhada (Desculpe a palavra) de outros setores?!?!?!?! Acho que ela focou taaanto no romance, no desfecho do triangulo, que acabou deixando de lado o desenvolver da guerra em si... sabe?!
    Mas como eu queria muito um desfecho romantico como esse... não fiquei insatisfeita hahah! :)

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
  9. Me senti tentada a ler a sua resenha de Incendeia-me, mas eu prometi a mim mesma que não leria nem uma resenha se quer, porque sou uma super fã da trilogia e ainda não consegui ler esse último livro. Então quero que cada detalhe seja uma surpresa, mesmo sua resenha não tendo nenhum spoiler. rs
    Tô até aqui comentando e tentando não ler o comentário de ninguém! hahaha

    Beijos,
    Fer - http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Bruna,
    Eu parei aqui na sua resenha e realmente não consegui ficar sem ler. Eu ainda não li o livro, mas depois de inúmeros spoilers do final da trilogia eu meio que me decepcionei e perdi a vontade de ler. Meu personagem preferido sempre foi o Adam, mesmo que o Warner seja um vilão amável em alguns momentos. Mesmo em Liberta-Me eu ainda não tinha perdido meu afeto pelo personagem e continuei firme no #TeamAdam , mas realmente vi tantos comentários negativos dele, que a Mafi deve ter transformado ele em outro personagem. Foi isso que me desanimou mais em ler. :/
    Espero algum dia comprar incendeia-me e ler, sem ter vontade de queimar o livro rsrsr
    Estilhaça-me eu coloquei como um dos meus favoritos, Liberta-me foi umas 4 estrelas e esse último, nem sei como será. Me agradar eu já sei que não irá! :)

    Ótima resenha! :)
    Bjs bjs bjs Mih!
    Paradise Books || @ParadiseBooksBr || @Mih_Francielle

    ResponderExcluir

« »
 
Layout por Adália Sá e modificações por Brunna Carolinne. © Proibido cópia total ou parcial. Plágio é crime!