Resenha: Se Eu Ficar

Resenha por Brunna Carolinne

Autora: Gayle Formam
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 224

A violoncelista Mia tem 17 anos e é muito talentosa. Ela está prestes a entrar para a importante Julliard e sua maior preocupação é como será seu provável futuro em Nova York, longe de tudo aquilo que conhece e ama: seus pais carinhosos, seu amoroso irmãozinho - Teddy -, sua fiel melhor amiga - Kim - e seu descolado namorado - Adam.
A vida de Mia é normal, simples, não tem nada de mais, entretanto, um terrível acidente de carro muda completamente a realidade da garota. Tudo foi bem confuso e aconteceu rápido demais, mas Mia tem certeza de três coisas: o estado dos pais é muito ruim, o irmão precisa de socorro o mais rápido possível e ela está entre a vida e a morte.
Suspensa de seu próprio corpo (machucadíssimo e em coma), Mia tentará entender o que está acontecendo ao seu redor, reavaliará algumas coisas de sua própria vida e decidirá se quer deixar tudo para trás ou lutar para ficar. A realidade é tão dura... Será se vale a pena viver?
Mia fica observando o sofrimento de seus familiares, a dor de seus amigos e tenta, a todo momento, decidir se quer sobreviver ou não. É importante destacar que a obra não é somente o drama em torno da decisão da Mia. A narrativa tem vários flashbacks bem trabalhados e oportunos. É ótimo acompanhar cenas do passado da protagonista, o que conecta o leitor à garota, levando-o a compreender tudo o que ela está sentindo e que culminará na importante decisão dela, no final.
Se Eu Ficar é um livro singelo, mas carregado de fortes sentimentos. Com poucas páginas (afinal a história acontece em apenas 24 horas), a trama consegue emocionar o leitor, fazê-lo refletir sobre algumas situações e até mesmo sobre a própria vida. Só que essas poucas páginas talvez sejam a causa da pouca profundidade da história. Veja bem: o assunto tratado é delicado e complexo, ele precisa ser bem desenvolvido para ter melhor aproveitamento. A história da Mia é tocante, mas acho que se o assunto tivesse mais extensão, ela teria uma carga emocional ainda maior.
Cada personagem foi divinamente bem construído e delicadamente inserido na trama. Eles dão um toque especial, cada um a sua maneira. Mas o mais bacana do livro é o quanto ele é real. Real no sentido de que nada é perfeito. A família da Mia tem suas imperfeições, a Mia se sentia deslocada de tudo, o relacionamento dela com o Adam é cheio de altos e baixos, e a todo momento ela se faz vários questionamentos. A vida não é assim?
Um livro pequeno, rápido de ser lido e que trás grandes reflexões. Se Eu Ficar consegue, de modo bem simples e claro, mostrar situações da vida que parecem meio bobas, mas que são justamente as mais importantes. Estou ansiosíssima para conferir a adaptação (que chega aos cinemas brasileiros no dia 4 de setembro).
"(...) morrer é fácil. Viver é que é difícil."
pág. 145

12 comentários:

  1. Oi Brunna!
    aaaaahh comprei o livro antes de ter saido oficialmente - tem vantagens ser amiga do vendedor da livrarias - e quando comecei a ler, mesmo cheia de expectativas me apaixonei pela obra. Que no faz entrar na cabeça da Mia e descobrir junto com ela o que REALMENTE estava acontecendo. O que achei INCRIVEL!
    em uma leitura doce.... aprendemos a valorizar cada pequeno momento.. simplesmente incrivel!
    adorei sua resenha! mostrou o livro também te fez pensar... e refletir!

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
  2. Esse livro é um dos meus favoritos <3 Fiquei feliz quando soube que a NC lançaria tanto ele como a continuação ainda esse ano. Não vejo a hora de ler a continuação.

    Beijos
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
  3. Já ouvi falar muito desse livro - e consequentemente de sua adaptação - e nunca entendi muito bem o porquê. Acho muito interessantes essas tramas que focalizam no tempo psicológico, qualitativo. Todos nós sabemos que um dia tem 24 horas, mas esse dia pode passar de forma diferente para cada um. Dito isso, sua resenha me deu bastante curiosidade de ler o livro e Se Eu Ficar já está na minha lista de pendências literárias.

    Abraços
    Clara
    labsandtags.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Ai que legal, mais um filme para eu conferir nos cinemas 😄

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Não dei nada por essa capa...rs...
    Mas depois que fiquei sabendo da história fiquei mais curiosa, sabe...
    Acho que foi principalmente por conta do que você falou de "real" sobre a vida... " A vida não é assim?"
    É exatamente isso que eu gosto em livros, pensarmos sobre o real.
    Adorei sua resenha!
    BJs, Lu
    http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. A minha tia me contou a história e realmente Se eu Ficar é um livro pra refletir mesmo.
    Eu gostei bastante da capa, mas é um livro que não lerei.

    http://dreams-in-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu to doida pra ler esse livro, e na verdade to pensando em escolher ele como minha próxima leitura!
    Em todas as resenhas que li o destaque foi mesmo pro quesito "emoção', e amo me emocionar com histórias assim, ainda mais pelo que você conta do fato dele trazer as coisas pro "real", onde nada é perfeito. Acho que vou gostar muito!

    Beijos,
    Fer - http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu gostei bastante da capa do livro, super linda! Porém não me empolguei pela sinopse, mas acho que irei dar uma oportunidade ao livro :)

    Beijos, Paradoxo Perfeito

    ResponderExcluir
  9. O que eu mais gostei nesse livro foi exatamente essa simplicidade, por isso nem cheguei a classificar a falta de profundidade como algo ruim. Até comentei que a temática não é tão original, por isso a autora precisava inovar de alguma forma para surpreender, e ela conseguiu com a delicadeza de sua escrita. Talvez não seja nada espetacular, mas ainda assim muito bacana.
    Só estou com receio da continuação e esperando assistir ao filme ainda nos cinemas, o que raramente acontece. :x

    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá! Quero ler este livro antes do filme sair! E pretendo fazer isso pra ontem pois o filme já esta ai!

    Adorei sua resenha é bem o que eu imagino!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  11. Oi Brunna

    Até que fim alguém que não achou o livro a oitava maravilha do mundo. Todas as resenhas que tenho lido são só elogios e eu não consegui sentir toda a emoção que a história tentou passar. Também acho que deveria ter sido melhor explorado, mas espero que o próximo livro supra isso de alguma forma.

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  12. Oi Brunna, tudo bem?

    Ufa, vejo que compartilhamos uma opinião semelhante acerca do livro, não achei muito bom, achei bem mediano! Não me fisgou emocionalmente, é como se eu lesse o livro e não me envolvesse com a história e não gosto quando isso acontece, ainda mais num livro que é pra ter uma bela carga emocional... Faltou muito nesse livro, agora espero que o filme seja mais legal..

    Beijo!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

« »
 
Layout por Adália Sá e modificações por Brunna Carolinne. © Proibido cópia total ou parcial. Plágio é crime!