Resenha: A Máquina de Contar Histórias


Resenha por Brunna Carolinne

Autor: Maurício Gomyde
Editora: Novas Páginas
Número de páginas: 192

Vinícius Becker é um escritor talentosíssimo e de muito sucesso. Sempre arrancando risos e lágrimas dos leitores, ele já está lançando seu tão aguardado décimo livro. Sua carreira não poderia estar melhor!
Com a agenda lotada de eventos, reuniões e viagens, Vinícius anda muito distante da família. Viviana (esposa), Valentina e Vida (filhas) passam a maior parte do tempo sozinhas, sem a companhia dele, que está sempre ocupado, cuidando da carreira literária. Mas quando o que Vinícius mais temia realmente acontece, ele tem que voltar as pressas para casa e é então que começa a perceber o quanto sua vida está desgostosa.
Desprezado pelas filhas, sem amigos e sem chão, Vinícius passa a maior parte do tempo sofrendo sozinho. Ele não sabe o que fazer para reconquistar a confiança e o amor das filhas, principalmente da mais velha, Valentina, que não poupa esforços em demonstrar o quanto detesta o pai. Por acaso, Vinícius assiste a um vídeo no computador de Valentina, é nesse momento que ele decide viajar com as duas filhas, uma tentativa de se reaproximar, reparar a ausência e recuperar o amor delas.
Extremamente sensível. Assim defino A Máquina de Contar Histórias. Sorri e chorei, fiquei com o coração apertado. Refleti. Um bom livro tem esse poder: causar sensações intensas no leitor, e essa obra tem isso de sobra! Com uma história bastante tocante e que transborda sentimentos, fui fisgada desde a primeira página; só consegui largar o livro definitivamente quando terminei a leitura da última palavra. E que saudade sinto dos personagens, da trama, de tudo o que li...
Narrado em terceira pessoa, o enredo contém alguns flashbacks, mostrando algumas cenas do passado de Vinícius, de como ele era feliz com a família, deixando claro o quanto ele perdeu e o quanto ele está sofrendo. Tudo é tão bem descrito que dói. Eu senti a dor da Viviana, da Valentina, da Vida, do Vinícius; consegui visualizar nitidamente cada um deles (incluindo suas emoções).
O livro é cheio de passagens bonitas, com referências a literatura, música, cinema, com lições sobre tudo isso e sobre a vida. Ponto negativo: achei que alguns diálogos soaram um pouco forçados, como se as falas tivessem sido calculadas - isso não é legal. Além de tantos pontos positivos já citados anteriormente, preciso destacar mais um: a surpresa. Sim, porque mesmo que eu tenha previsto alguns acontecimentos, outros foram totalmente inesperados (e ótimos).
Eu não fazia a menor ideia do quanto o Gomyde era talentoso. Confesso que já vi milhões de elogios a suas obras por aí, ainda assim a escrita dele se mostrou muito mais do que as pessoas comentam. Parabéns para o Grupo Editorial Novo Conceito que apostou no autor e fez um excelente trabalho gráfico em A Máquina de Contar Histórias. Já quero ler outros escritos do Maurício e tornar-me sua amiga.
"(...) livro bom é aquele que, quando você termina, tem vontade de ficar amigo do escritor."
pág. 150

11 comentários:

  1. AHHHH adoro livros que tem playlist e que falam de outros livros. Não conhecia o autor, mas fiquei curiosa para ler esse livro.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  2. Já li outros três livros do Mauricio e gosto muito do trabalho dele. Fico feliz de saber que gostou desse livro, o meu chegou essa semana e estou ansiosa para ler <3

    Beijo,
    Naty.

    ResponderExcluir
  3. Estou mega ansiosa pra ler este livro. Sempre quis muito ler os outros livros do Mauricio, mas não tive oportunidade. Feliz por esta, esperando ansiosa pra que ele chegue logo.

    Beijos
    comoumrefugio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi :)

    Ele é bem famoso mesmo e todos elogiam bastante as obras dele. Estou com vontade de ler este livro, sei que vou gostar. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Quando li a sinopse desse livro me interessei um pouco pela história, depois de sua resenha tenho certeza que vou amar já que a história trata de sentimentos e eu adoro isso!
    Beijos... Samantha Culceag.
    Só pra Menores

    ResponderExcluir
  6. Amei a resenha, não conhecia o livro!
    Comecei a seguir seu blog, muito lindo!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    Já tinha visto algumas resenhas desse livro, e como amoo as histórias do Maurício, não poderia estar mais ansiosa para lê-lo.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Pelo que vi deve ser muuuuito bom mesmo!
    Não sabia nem da existência do escritor, mas agora estou louca pra ler algum de seus livros, em especial esse.
    Beijão!
    http://bagagemliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Pelo visto todos gostaram dessa frase sobre ter vontade de se tornar amigo do escritor. É pelo menos a quarta vez em que vejo isso. haha
    Mas preciso dizer que fiquei extremamente feliz ao perceber que você gostou do livro tanto quanto eu imaginava que você iria gostar, mesmo que esse seja o único que ainda não li. Eu sempre tenho dificuldade de escrever sobre os trabalhos do Maurício, por isso sei bem o que você sentiu sobre o livro ir muito além do que as pessoas dizem. O Maurício causa isso em seus livros.
    A surpresa foi você citar sobre os diálogos, já que sempre achei que ele trabalha muito bem nesse ponto, mas a sua opinião também aumentou minha expectativa em relação a minha próxima leitura!

    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
  10. "(...) livro bom é aquele que, quando você termina, tem vontade de ficar amigo do escritor." Super verdade! Nem imaginava que o livro tratava disso, se alguma amiga compra-lo eu vou ler!

    ResponderExcluir
  11. Que legal!!
    Eu estava doida mesmo para ler uma resenha desse livro aqui!
    E, pelo que escreveu, deve ser ótimo, só aumentou minhas expectativas...rs
    BJs, Lu
    http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

« »
 
Layout por Adália Sá e modificações por Brunna Carolinne. © Proibido cópia total ou parcial. Plágio é crime!