Resenha: Destino Mortal

Resenha por Brunna Carolinne

Autora: Suzanne Brockmann
Editora: Valentina
Número de páginas: 536

No futuro, algumas pessoas têm a habilidade de acessar regiões inexploradas do cérebro, ultrapassando a marca habitual de 10% da capacidade intelectual, conseguindo, assim, resultados extraordinários, como telecinese, telepatia, força sobre-humana e reversão do processo de envelhecimento. Esses raros indivíduos, denominados Maiorais, são recrutados pelo Instituto Obermeyer (IO), uma fundação de pesquisa, desenvolvimento e treinamento dessas pessoas, para que aprimorem e utilizem seus poderes de maneira responsável.
Sabendo da existência desses seres, um grupo chamado Organização desenvolveu uma droga capaz de transformar qualquer pessoa em um Maioral. Conhecida como Destiny, essa droga permite ao usuário adquirir poderes espetaculares, além de, é claro, garantir a juventude eterna. Esse produto utiliza um ingrediente de origem horrenda em sua fabricação, é  ilegal, caríssimo e deixa as pessoas tão dependentes a ponto de sofrerem efeitos colaterais catastróficos, gerando uma temível ameaça para si mesmas e todos à sua volta. Por diversas vezes, a polícia se encontra em desvantagem no momento de combater os viciados em Destiny e por isso recorre aos Maiorais do IO para ajudar a controlar esses indivíduos e impedir um desastre.
Joseph Bach, Stephen Diaz e Michelle Mackenzie são Maiorais e trabalham no IO, sempre ajudando a polícia a conter os viciados em Destiny, mas agora eles também estão trabalhando em outra causa: encontrar Nika. A menina é muito importante e foi raptada sem praticamente deixar pistas. Os três, com ajuda de Shane Laughlin (um ex-Navy SEAL que está fazendo alguns testes no IO), Elliot Zerkowski (um médico extremamente inteligente, mas sem poderes sobrenaturais) e Anna Tyler (irmã mais velha e responsável de Nika), estão empenhados em resgatar a garota com vida.
Muita informação? Isso não é nem a metade do que esse livro aborda! Com o início enfadonho e confuso, Destino Mortal vai conquistando o leitor aos poucos, com sua história intricada, conectada, personagens interessantes, cativantes e narrativa envolvente, sedutora. Muito sedutora.
Ok, a trama é inteligente, tem sacadas geniais e críticas contundentes, a narração (em terceira pessoa na visão de diferentes personagens) é fluida, dinâmica e cheia de ação, mas preciso destacar o valor que os personagens desse livro têm. Eles são sexy, encantadores, profundos, palpáveis. Eu me senti conectada a eles, parecia que os conhecia há tempos. Amei descobrir seus medos, traumas, desejos e sentimentos profundos. Não é fácil decidir de quem eu mais gostei, então fico com dois: Elliot e Stephen. Lindos! 
Sem qualquer tipo de erro gramatical, capa bem bonita e em estilo aveludado, folhas brancas, letras em tamanho ideal e diagramação singela, essa edição da Valentina está admirável. Por favor, não se assuste com o tamanho da obra. Ela tem bastantes páginas, mas quando a leitura acabar você irá pedir mais. Carregado de conteúdo adulto (incluindo empolgantes cenas bem quentes), tensão, ação, humor e personagens inesquecíveis, Destino Mortal não é para corações fracos, mas até estes devem se aventurar. Não irão se arrepender!

8 comentários:

  1. Oiee ^^
    Não tinha reparado no número de páginas até você mencionar no final...rsrs'
    Gostei bastante da sua resenha, me deixou bastante curiosa, e saber que tem cenas quentes (hihi) fez Destino mortal pular para o primeiro lugar na minha wishlist...
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Que legal!! Gostei demais da premissa desse livro, curiosíssima eu fiquei! Só não pode ser uma série :'(
    sete-viidas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Gente!!!!! Só a sinopse já me conquistou!
    Preciso ler, alias seguindo o blog já bjs

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. A Valentina é nova no mercado, mas sempre arrasa nas edições e tem um catálogo muito bom.
    Eu confesso que esse não é o tipo de leitura que costumo realizar, mas parece ser um bom livro.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Ola! Amei a resenha fiquei mega curiosa em conhecer esta historia, adoro o gênero ^^

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  6. Recebi esse livro antes de você e ainda não comecei a leitura, o que pretendo fazer ainda essa semana. Acho é possível dizer que essa demora se deve ao fato de eu ter a impressão de que não faço parte do público alvo e isso é sempre um grande problema. O tamanho pode não me assustar, mas se o início não for bom, a leitura será arrastada e isso nunca é legal, por isso esse meu receio. De qualquer forma, quando iniciar a leitura eu espero gostar tanto quanto você ou ao menos ter uma experiência agradável. Nesses casos isso basta. rsrs

    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Bru!

    Uou, Destino Mortal parece ser realmente bom! Acho que a Valentina acertou em sua aposta, hein?

    Beijão,

    Natalia Leal
    Páginas Encantadas
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu não conhecia esse livro, mas gostei bastante da premissa, acho que vou gostar da leitura.

    Beijos, Paradoxo Perfeito

    ResponderExcluir

« »
 
Layout por Adália Sá e modificações por Brunna Carolinne. © Proibido cópia total ou parcial. Plágio é crime!